PARQUE NACIONAL DA SERRA DO CIPÓ e APA DO MORRO DA PEDREIRA

Quem tem amigo/amiga tem tudo nessa vida!!!!

Final do ano de 2012 chegou e com ele a necessidade de conhecer um novo destino.

O universo está sempre conspirando e surgiu um amigo da amiga que abriu as portas do paraíso para mim e meu filhote Davi, na época com 7 anos.

Rota traçada rumo ao Parque Nacional da Serra do Cipó e APA (Área de Proteção Ambiental) do Morro da Pedreira MG, o paraíso!

CIMG0117

Eu e Davi, saímos do aeroporto de Guarulhos – SP até Belo Horizonte – MG, onde encontramos o novo amigo querido para seguir o nosso destino de carro pela Rodovia MG-010 até o km 94 e deste ponto mais 3 km por estrada de terra.

Pronto, em aproximadamente 1 hora e meia, lá estávamos nós na sede do Parque Nacional com os novxs amigxsDicão e sua linda filha Ana Luiza.

 CIMG0296

O Parque Nacional da Serra do Cipó e a APA do Morro da Pedreira situam-se na parte central do estado de Minas Gerais, mais especificamente, nos municípios de Jaboticatubas, Santana do Riacho, Morro do Pilar, Itambé do Mato Dentro e seu entorno.

CIMG0288

As duas áreas são Unidades de Conservação e juntas protegem mais de 100.000 hectares com uma rica biodiversidade, espécies de fauna e flora ameaçadas de extinção, recursos hídricos e cenários exuberantes.

CIMG0259

 Esta viagem me levou à escuta do silêncio da beleza dos paredões, vegetação e águas cristalinas.
CIMG0045

Os atrativos são tantos que ficamos por lá 7 dias e não conhecemos todos os encantamentos que existem. Precisaremos voltar mais umas 101 vezes!

Registro aqui, apenas, um pouquinho das nossas peripécias nesta região repleta de trilhas, rios, cachoeiras, cânions, travessias, além da riqueza cultural e muito artesanato, pousadas, guloseimas...

CIMG0003 - Cópia

Com instinto aventureiro, eu e Davi, fizemos a Trilha da Cachoeira da Farofa com 16 km (ida e volta). Sem a necessidade de guia, saímos sozinhos às 09h da portaria do Parque Nacional e retornamos às 16h.

Muitos visitantes fazem essa trilha de bicicleta ou cavalgando.

CIMG0013 - Cópia

Achamos a trilha bem fácil, porém é longa e o calor era intenso, precisávamos de paradas estratégicas para descanso, relaxamento e até meditação.

CIMG0067 - Cópia

Queríamos seguir lentamente, aceitar os convites irrecusáveis da natureza para interagirmos com ela, aliviando nosso cansaço e nos extasiando com o seu poder de renovação.

                                                                                                                               “…Enquanto o tempo acelera e pede pressa                                                       Eu me recuso, faço hora                                                                                     Vou na valsa                                                                                                         A vida é tão rara…” (Lenine)

CIMG0031 - Cópia

Cantando Lenine pudemos lavar a alma atravessando o rio manso que refrescava a nossa caminhada.

No atravessar do rio só mesmo Manoel de Barros para compreender nossa emoção e alegria.

   “Afundo um pouco o rio com meus sapatos.                                                           Desperto um som de raízes com isso
    A altura do som é quase azul.

 CIMG0061

Após 8 km de caminhada lá estava ela – a Cachoeira da Farofa!

Fizemos um lanchinho/almoço como bons “farofeiros e ganhamos energia para retornar os 8 km.

CIMG0052 (1)
Outra trilha que fizemos foi a Cachoeira do Capão dos Palmitos com cerca de 10 Km de caminhada (ida/volta).

Embora essa trilha fosse mais curta, a dificuldade era um pouco maior devido ao relevo acidentado e altitude elevada.

CIMG0100

Os campos iluminavam e perfumavam o nosso caminho solitário de belas descobertas.

 CIMG0105

O Parque Nacional se abria para nós em detalhes floridos e diversificados colorindo nossos olhos e aguçando nossas mentes.

CIMG0109

Na APA do Morro da Pedreira encontramos a Cachoeira Grande – um local lindo, gostoso e de fácil acesso.

CIMG0182

Neste lugar ficávamos apenas “lagarteando” e recebendo dádivas do universo em forma de amigxs Dicão, Laura, Felipe, Izinho, Carla, Claudia, Davidson, Cida, Danilo e outras flores e estrelas que abrilhantavam a nossa viagem.

CIMG0123

Na travessia de outro rio, dessa vez com maior profundidade, vivenciamos os desafios de sair das margens que nos prendiam em nossas limitações do corpo e alma.

Agradeço ao meu amigo Dicão, que possibilitou a mim e ao meu filho sentirmos a intensidade da natureza de maneira terna e segura.

CIMG0218

A Serra do Cipó guarda também a história e cultura do seu povo.

Para homenagear uma figura ilustre da região, no final dos anos de 1980, prefeituras municipais se uniram para construir e inaugurar, no alto da Serra, a estátua do Juquinha que é um dos pontos turísticos mais visitados.

Juquinha era um andarilho querido do povo da região e dos turistas. Ele vivia a percorrer a Serra com flores, raízes e ervas nas mãos presenteando as pessoas ou trocando por coisas diversas, inclusive por comida.

CIMG0268

Visite o Parque Nacional da Serra do Cipó e a APA do Morro da Pedreira.

Compartilhe e desfrute com as crianças as belezas e riquezas naturais e culturais dessa região.

Leve na bagagem: chapéu, repelente, protetor solar, roupas leves, disposição e alegria.

CIMG0163

A Serra do Cipó está a cerca de 100 km de Belo Horizonte e tem uma ótima infraestrutura turística com muitos hotéis, pousadas, restaurantes e outros serviços.

Para saber mais entre no site:

http://www.icmbio.gov.br/portal/o-que-fazemos/visitacao/ucs-abertas-a-visitacao/206-parque-nacional-serra-do-cipo