PARQUE NACIONAL DA SERRA DA CANASTRA

DSCN3298

Pé na estrada!

Davi e eu rumo ao Parque Nacional da Serra da Canastra MG, lá onde nasce o rio São Francisco.

Saímos do Terminal Rodoviário Tietê em São Paulo – SP no ônibus das 22h com destino a cidade de Piumhi/MG, aonde chegamos por volta das 07h.

Um percurso num famoso pinga pinga com umas cinco paradas (quem anda de ônibus, sabe o que é isso).

Davi no auge dos seus 2 anos e 1 mês de idade viajou muito tranquilo (dormindo), com exceção do vômito após 30 minutos de viagem. rsrs

Chegando à cidade de Piumhi tínhamos um grande amigo a nossa espera e assim, com cerca de mais uma hora de carro chegamos a São Roque de Minas, local de nossa hospedagem camarada e grandes alegrias.

Canastra Dez 2007 049

O Parque Nacional da Serra da Canastra (PARNA Canastra) situado no sudoeste de MG está inserido no bioma Cerrado e abrange os municípios: Capitólio, São João Batista do Glória, Delfinópolis, Sacramento, São Roque de Minas e Vargem Bonita.

O município mais procurado é São Roque de Minas, por abrigar grande parte do Parque e ter uma boa infraestrutura para receber turistas. Existem muitas pousadas para todos os gostos e bolsos no município e região da Canastra. http://www.serracanastra.com.br/pousadas/pousadas.html

 DSCN3306

Cerrado nosso refúgio! Suas raízes profundas ancoraram nossos pensamentos e sentimentos em seus galhos retorcidos.

Adentramos o cerrado da Canastra desfrutando em olhares, cheiros e sons as suas grandes atrações como a nascente histórica do Rio São Francisco, a parte alta e baixa da Casca D’anta, primeira cachoeira do São Francisco.

A partir da Portaria 1 do Parque Nacional em São Roque, seguimos de carro por aproximadamente 11 km de estrada e chegamos à estátua que demarca a área da nascente histórica do rio São Francisco no alto da Canastra. Canastra Dez 2007 006 Num trecho próximo à estátua, inusitadamente, avistamos o pato mergulhão, uma ave aquática que indica a boa qualidade (equilíbrio) do local.

Para biólogxs e amantes da natureza o avistar de animais livres em seu território traz emoção e prazer indescritíveis. Canastra Dez 2007 012 Após a nascente do rio, continuamos de carro pela estrada dentro do Parque, cerca de mais 24 km e chegamos à trilha de acesso ao mirante da cachoeira da Casca D’anta com 186 m de altura (município de São Roque), com vista para todo o vale.

Lá de cima a visão panorâmica coloriu nossos pensamentos com cheiro de verde musgo.

Ora de carro, ora a pé fazíamos incontáveis leituras da paisagem que integra o seu povo acolhedor e tranquilo. Canastra Dez 2007 032 No dia seguinte, saímos de carro de São Roque rumo à Vargem Bonita num percurso de 24 km de asfalto até chegar ao acesso que leva ao Distrito de São José do Barreiro de São Roque de Minas, andamos por mais 22 km de terra e chegamos à portaria 4 do Parque da Canastra. DSCN3324 A partir dessa portaria fizemos uma trilha muito fácil e gostosa de mais ou menos 1 km que nos levou até a parte baixa da cachoeira Casca D’anta.

Contemplar e interagir com a natureza foram passos importantes do Davi na Serra da Canastra.

A alegria inundava a criança que pisava sorridente em travessuras por todas as poças d’água durante a curta e tranquila trilha para chegar à cachoeira. DSCN3327 Neste leve, molhado e divertido trilhar pelo Cerrado nos deparamos aos pés da enorme Casca D’anta, que soprava suas águas em nossos rostos, dando-nos as boas vindas. DSCN3337 Empurrar um carro atolado na estrada rumo ao Parque Nacional não poderia faltar na lista de aventureiros mirins ou adultos.

Tudo foi resolvido com paciência, jeitinho e gente forte por perto.

A foto serve de dica para quem gosta de pegar sempre um tempo ensolarado com dias de céu azul e também evitar empurrar carros. Sendo assim, a melhor época de visitação é no período de abril a outubro, quando o tempo está mais seco.

Nós fomos em dezembro. Ficamos 8 dias, sendo 5 de chuva!

DSCN3316

E nas águas da Canastra minha mente foi preenchida por João Guimarães Rosa, transcritas a seguir:

“Quando escrevo, repito o que já vivi antes. 
E para estas duas vidas, um léxico só não é suficiente. 
Em outras palavras, gostaria de ser um crocodilo 
vivendo no rio São Francisco. Gostaria de ser 
um crocodilo porque amo os grandes rios, 
pois são profundos como a alma de um homem. 
Na superfície são muito vivazes e claros, 
mas nas profundezas são tranquilos e escuros 
como o sofrimento dos homens.”

DSCN33521 Visite o Parque Nacional da Serra da Canastra. As atrações naturais vão muito além dessas que citei no post.

Leve as crianças! Elas vão se divertir com chuva ou sol.

Os ingressos custam R$ 15,00. Mas, se você é brasileirx terá desconto de 50%.

Se desejar ir até o Parque é sempre bom ligar antes para saber mais detalhes: Telefones (37) 3433-1324 / 1326 ou envie e-mail parnacanastra@icmbio.gov.br DSCN3311